data/documents/storedDocuments/{334263AD-A534-4B0E-AD1D-363427828AB4}/{73F17C2B-4A61-458C-AF49-76E7575B2807}/MJ.gif
pixel
Quarta-feira, 17 de outubro de 2012
pixel
pixel
  Apresentação
  O que é o Pronasci
 Atos Normativos
 Implementação das ações
 Estados integrantes
  Projetos
 Ações Estruturais
 Valorização profissional
 Enfrentamento à corrupção
 Território de Paz
 Integração do Jovem e da Família
 Segurança e Convivência
 Monitoramento
 Pronasci em números
  Territórios de Paz
 Acre
 Alagoas
 Bahia
 Ceará
 Distrito Federal
 Espírito Santo
 Pará
 Pernambuco
 Rio de Janeiro
 Rio Grande do Sul
  Bolsa Formação
 Critérios de participação
 Cursos habilitados
 Beneficiados
 Implementação
 Monitoramento
 Denúncias
  Mulheres da Paz e Protejo
 Apuração de denúncias
  Plano Habitacional
 Arrendamento Residencial
 Crédito Habitacional
pixel
pixel
  Serviços
Legislação
Notícias
Publicações
Eventos
Clipping
Fotos
Links
Licitação
Discursos e Entrevistas
Seleção e Concursos
pixel
pixel
pixel
pixel
Pronasci » Mulheres da Paz e Protejo
pixel
pixel
pixel
pixel

Mulheres da Paz e Protejo

Mulheres da Paz

Projeto Mulheres da Paz é uma iniciativa do Ministério da Justiça, instituída pela Lei n° 11.530/2007 e pelo Decreto n° 6.490/2008, que objetiva em linhas gerais, a capacitação de mulheres atuantes na comunidade para que se constituam, institucionalmente, como mediadoras sociais a fim de fortalecer as práticas políticas e socioculturais desenvolvidas pelas e para as mesmas, a partir do empoderamento feminino, além de construir e fortalecer redes de prevenção da violência doméstica e enfrentamento às violências que compõem a realidade local e que envolvam jovens e mulheres. As Mulheres da Paz são mulheres da própria comunidade, capacitadas em temas como gênero e direitos da mulher, direitos humanos e cidadania, violências, fatores de risco e protetivos e prevenção a drogadição, para agirem como multiplicadoras do Programa, tendo como incumbência prevenir a violência juvenil e o envolvimento dos jovens com as drogas, bem como a violência de gênero.

Proteção de Jovens em Território Vulnerável (Protejo)

O Projeto PROTEJO foi instituído pelo governo federal no ano de 2007, também por intermédio da Lei n° 11.530/2007 e integra as ações do Ministério da Justiça, tendo como objetivo geral selecionar e acompanhar jovens entre 15 e 24 anos em situação de risco ou vulnerabilidade familiar e social, egressos do sistema prisional ou cumprindo medidas socioeducativas, com vistas à desenvolver percursos formativos para a promoção da cidadania, direitos humanos, qualificação profissional e inclusão social, para a prevenção da violência, da criminalidade e do envolvimento com drogas. A formação desses jovens é realizada por intermédio de um Percurso Social Formativo que inclui temas como: formação cidadã e sociojurídica, violências, resolução não-violenta de conflitos, ampliação do letramento, educação ambiental e sustentabilidade, sexualidade, auto-estima, informática e tecnologia, prevenção à drogadição, introdução ao mundo do trabalho, além de atividades culturais e esportivas.

Estrutura do Convênio

Os convênios celebrados entre o Ministério da Justiça e municípios, estados e o Distrito Federal para a execução dos Projetos Mulheres da Paz e PROTEJO terão como objeto comum a seleção e capacitação de mulheres para atuação nas comunidades que constituem áreas conflagradas, com vistas à construção e fortalecimento das redes sociais de prevenção e enfrentamento à violência, bem como a promoção do atendimento aos adolescentes e jovens com idade entre 15 e 24 anos que estejam em situação de vulnerabilidade familiar e social ou de violência. Sendo assim, o convênio atenderá dois públicos prioritários: mulheres e jovens. Os Projetos Mulheres da Paz e Protejo integram um único termo de convênio devendo cumprir cronograma conjunto na execução das atividades. Nesta perspectiva, ambos os Projetos são metas do mesmo termo de convênio a ser firmado. Tal orientação visa, além de buscar a qualificação e maior eficácia no desenvolvimento dos projetos, atender o que determina a Lei 11.530 de 24 de outubro de 2007, em seu artigo 8º-D, além de otimizar os recursos investidos.

data/documents/storedDocuments/{334263AD-A534-4B0E-AD1D-363427828AB4}/{B4992829-1FB0-4D70-8152-47C66469DE10}/seta.gif Resultado das propostas habilitadas

data/documents/storedDocuments/{334263AD-A534-4B0E-AD1D-363427828AB4}/{B4992829-1FB0-4D70-8152-47C66469DE10}/seta.gif Edital 2012

data/documents/storedDocuments/{334263AD-A534-4B0E-AD1D-363427828AB4}/{B4992829-1FB0-4D70-8152-47C66469DE10}/seta.gif Guia de elaboração de projetos Mulheres da Paz e Protejo

data/documents/storedDocuments/{334263AD-A534-4B0E-AD1D-363427828AB4}/{B4992829-1FB0-4D70-8152-47C66469DE10}/seta.gif Referenciais nacionais Mulheres da Paz e Protejo - Retificado

data/documents/storedDocuments/{334263AD-A534-4B0E-AD1D-363427828AB4}/{B4992829-1FB0-4D70-8152-47C66469DE10}/seta.gif Lista dos 400 municípios brasileiros com maior número absoluto de mortes por agressão

data/documents/storedDocuments/{334263AD-A534-4B0E-AD1D-363427828AB4}/{B4992829-1FB0-4D70-8152-47C66469DE10}/seta.gif Lista Agenda de Enfrentamento a Violência contra Juventude Negra - Classificação 2010

data/documents/storedDocuments/{334263AD-A534-4B0E-AD1D-363427828AB4}/{B4992829-1FB0-4D70-8152-47C66469DE10}/seta.gif Termo de Referência das Despesas - modelo

data/documents/storedDocuments/{334263AD-A534-4B0E-AD1D-363427828AB4}/{B4992829-1FB0-4D70-8152-47C66469DE10}/seta.gif Projeto Básico

data/documents/storedDocuments/{334263AD-A534-4B0E-AD1D-363427828AB4}/{B4992829-1FB0-4D70-8152-47C66469DE10}/seta.gif Declaração de Capacidade Técnica

data/documents/storedDocuments/{334263AD-A534-4B0E-AD1D-363427828AB4}/{B4992829-1FB0-4D70-8152-47C66469DE10}/seta.gif Declaração de Contrapartida

data/documents/storedDocuments/{334263AD-A534-4B0E-AD1D-363427828AB4}/{B4992829-1FB0-4D70-8152-47C66469DE10}/seta.gif Declaração de Abertura de Conta Bancária

pixel
pixel
pixel
pixel
Busca
Ok
Buscar somente no tema Pronasci
pixel
pixel
Banner de ligação com o Tire suas Dúvidas
pixel
pixel
pixel
pixel
pixel
pixel
pixel
Retorna Sobe

 © 2007 Ministério da Justiça