data/documents/storedDocuments/{334263AD-A534-4B0E-AD1D-363427828AB4}/{73F17C2B-4A61-458C-AF49-76E7575B2807}/MJ.gif
Sexta-feira, 19 de outubro de 2012

  Saúde e Segurança
  Escola Nacional
  Sistema Nacional - SNDC
  Educação para o Consumo
  Acordos de Cooperação
  Defesa do consumidor no Brasil
  O que é a Senacon
  Notas Técnicas
  Consumidor no mundo
  Sindec
 Serviços
Estrutura
Eventos
Legislação
Links
Mapa
Notícias
Publicações
Requisição de cópias
Seleção de consultor
Direito do Consumidor » Educação para o Consumo  »  Código de Defesa do Consumidor  »  TÍTULO I - Dos Direitos do Consumidor  »  CAPÍTULO IV - Da Qualidade de Produtos e Serviços, da Prevenção e da Reparação de Danos  »  Seção V - Da Desconsideração da Personalidade Jurídica

Seção V - Da Desconsideração da Personalidade Jurídica

Art. 28. O juiz poderá desconsiderar a personalidade jurídica da sociedade quando, em detrimento do consumidor, houver abuso de direito, excesso de poder, infração da lei, fato ou ato ilícito ou violação dos estatutos ou contrato social. A desconsideração também será efetivada quando houver falência, estado de insolvência, encerramento ou inatividade da pessoa jurídica provocados por má administração.

§ 1° (Vetado).

§ 2° As sociedades integrantes dos grupos societários e as sociedades controladas são subsidiariamente responsáveis pelas obrigações decorrentes deste Código.

§ 3° As sociedades consorciadas são solidariamente responsáveis pelas obrigações decorrentes deste Código.

§ 4° As sociedades coligadas só responderão por culpa.

§ 5° Também poderá ser desconsiderada a pessoa jurídica sempre que sua personalidade for, de alguma forma, obstáculo ao ressarcimento de prejuízos causados aos consumidores.

Busca
Ok
Buscar somente no tema Direito do Consumidor
Meus Dados
Banner de ligação com o Tire suas Dúvidas
Retorna Sobe