data/documents/storedDocuments/{334263AD-A534-4B0E-AD1D-363427828AB4}/{73F17C2B-4A61-458C-AF49-76E7575B2807}/MJ.gif
pixel
Sexta-feira, 19 de outubro de 2012
pixel
pixel

pixel
pixel
  O que é o SBDC?
 Atuação
 Estrutura
  SDE/DPDE
 Consulta Pública
 Convênios e Acordos
 Internacional
 Pareceres
 Programa de Intercâmbio
 Requisição de audiência
 English
  Condutas Anticompetitivas
 Abuso de Posição Dominante
 Cartel
 Programa de Leniência
 Medidas Preventivas
 Principais Investigações
  Controle de Estruturas
 Documentos Úteis
 Perguntas Frequentes
  Advocacia da Concorrência
 Apresentações
 Defesa da Concorrência e Consumidor
  Enacc
 Metas de ação coordenada
 Encontros Enacc
 Decisões Judiciais
 Decisões do Cade
pixel
pixel
  Serviços
Estrutura
Legislação
Mapa
Notícias
Publicações
Seleção de Consultores
pixel
pixel
pixel
pixel
Notícias
pixel
pixel
pixel
pixel

02/04/2012 - 15:31h

Processo administrativo apura suposto cartel do cloro

Brasília, 02/04/2012 (MJ) - A Secretaria de Direito Econômico (SDE) abriu processo administrativo para apurar indícios de prática de cartel nos mercados de cloro soda e derivados. O cloro é usado para desinfecção, redução de gosto, odor e coloração da água e é considerado indispensável para tornar a água potável. As principais prejudicadas pelo suposto cartel são as empresas de saneamento básico do país.

No decorrer da investigação preliminar, que começou em 2007, diversas empresas de saneamento encaminharam à SDE informações e documentos de processos licitatórios. Após análise, a secretaria constatou a existência de inúmeros padrões suspeitos de comportamentos que poderiam indicar conluios entre os licitantes, tais como: propostas fictícias ou de cobertura, supressão de propostas, propostas rotativas ou rodízio, divisão de mercado, retiradas inesperadas de fornecedores de algumas licitações, entre outros.

Os investigados pela SDE são as empresas Carbocloro S/A Indústrias Químicas S/A; Pan-Americana Indústrias Químicas S/A; Canexus Ltda.; Braskem S/A; Cia. Agro-industrial Igarassu; CMPC Celulose Riograndense Ltda.; Solvay; Hidromar Indústria Química; Beraca Sabará; Sasil Distribuidora de Produtos Químicos; CSM; GR Comércio Indústria e Transportes; Maxclor Gases Industriais Ltda.; Causticlor Ltda.; General Chemical; Goiás Cloro e Derivados Ltda.; LC Comércio de Produtos Químicos Ltda.; Sumatex Produtos Químicos Ltda.; Reifasa Comercial Ltda; Acqua Service Distribuidora de Produtos Químicos Ltda.; Quimil Indústria e Comércio Ltda.; Buschle & Lepper S/A; além de funcionários e executivos a elas ligados. A Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim) também está sendo investigada por indícios de influência à conduta comercial uniforme.

Para ler a nota técnica, clique aqui.

pixel
pixel
pixel
pixel
Busca
Ok
Buscar somente no tema Defesa da Concorrência
pixel
pixel
Banner de ligação com o Tire suas Dúvidas
pixel
Retorna Sobe