data/documents/storedDocuments/{334263AD-A534-4B0E-AD1D-363427828AB4}/{73F17C2B-4A61-458C-AF49-76E7575B2807}/MJ.gif
Quarta-feira, 17 de outubro de 2012

  Órgãos de Segurança
  Sistema Único
  Conselho Nacional - Conasp
  Estratégia Nacional - Enasp
  Educação e Valorização
  Estatísticas
  Força Nacional
  Passaporte
  Produtos Químicos
  Segurança de Grandes Eventos
  Segurança Portuária
  Segurança Privada
  Segurança Rodoviária
 Serviços
Estrutura
Mapa
Publicações
Segurança Pública » Estatísticas  »  Recursos organizacionais  »  Efetivo

Efetivo

 Profissionais dos Orgãos Estaduais de Segurança Pública (2003 a 2007)

O total de profissionais dos órgãos estaduais de segurança pública, agregando policiais civis e militares e corpos de bombeiros militares, subiu de 569.798 para 599.973, de 2003 para 2007. Entre as polícias civis, o aumento foi de 115.960 para 123.403 (6,4%); entre as polícias militares, o aumento foi de 390.451 para 412.096 (5,5%); e entre os corpos de bombeiros militares, o aumento foi de 63.387 para 64.474 (1,7%). Tendo como referência o ano de 2007, do total de 599.973 profissionais, 68% são policiais militares, 21% são policiais civis e 11% são bombeiros militares.

Observação: Os espaços destacados em cinza constituem situações onde não recebemos informações sobre o efetivo das corporações.

 Efetivo dos Órgãos Estaduais de Segurança Pública – Dados Informados (2003/2007)

data/documents/storedDocuments/{334263AD-A534-4B0E-AD1D-363427828AB4}/{2B16C48B-43AF-4E63-854C-7436F68DABCF}/img_efetivo_01.gif
Fonte: Ministério da Justiça

 Distribuição Percentual dos Profissionais de Segurança Pública Segundo Corporação (Brasil/2007)

data/documents/storedDocuments/{334263AD-A534-4B0E-AD1D-363427828AB4}/{84F8DF8F-6E5C-4C96-9E86-8C159B95A1C8}/img_efetivo_02.jpg
Relatório elaborado pela Coordenação Geral de Pesquisa / SENASP / MJ

Em relação ao número de habitantes por profissional, em termos nacionais, passamos de 310 habitantes por profissional, em 2003, para 315 habitantes por profissional, em 2007. Ou seja, o incremento no número de profissionais não acompanhou o ritmo do incremento da população e, em 2007, cada profissional passou a ser responsável pela segurança de um numero maior de habitantes. Em termos estaduais, Distrito Federal, Amapá, Acre, Roraima e Tocantins possuem as melhores relações de habitantes por profissional, sendo cada profissional destes estados responsável pela segurança de menos de 200 habitantes. Por outro lado, Paraná, Maranhão, Ceará e Piauí, são os estados com as piores relações, sendo cada profissional destes estados responsável pela segurança de mais de 400 habitantes.

 Efetivo dos Órgãos Estaduais de Segurança Pública (2003/2007)1

data/documents/storedDocuments/{334263AD-A534-4B0E-AD1D-363427828AB4}/{2DB2D897-99BE-48EE-8363-1AB992891722}/img_efetivo_03.jpg
1. Na elaboração desta análise, calculamos projeções do efetivo para os dados não informados em função da razão habitantes por profissional nos anos em que tivemos informações.

Fonte: Ministério da Justiça
Relatório elaborado pela Coordenação Geral de Pesquisa / SENASP / MJ

 

Busca
Ok
Buscar somente no tema Segurança Pública
Banner de ligação com o Tire suas Dúvidas
Retorna Sobe