data/documents/storedDocuments/{334263AD-A534-4B0E-AD1D-363427828AB4}/{73F17C2B-4A61-458C-AF49-76E7575B2807}/MJ.gif
pixel
Terça-feira, 16 de outubro de 2012
pixel
pixel

pixel
pixel
  Apresentação
 Composição
  Estratégia de Atuação
 Governança
 Processos Internos
 Resultados Institucionais
  Projetos Estratégicos
 Cidade Livre de Pirataria
 Feira Legal
 Comércio contra a Pirataria
 Portal de Combate à Pirataria
 Parcerias com Provedores de Internet
  Painel de Colaboradores
  Parcerias
 Educação Fiscal
 Anvisa
 Ancine
pixel
pixel
  Serviços
Clipping
Entrevista
Estrutura
Eventos
Galeria Virtual
Legislação
Notícias
Publicações
pixel
pixel
pixel
pixel
Combate à Pirataria » Estratégia de Atuação  »  Processos Internos
pixel
pixel
pixel
pixel

Processos Internos

“Para atender nossos públicos e cumprir nosso papel institucional, em que processos internos devemos ser excelentes?”


Buscar parcerias e o apoio do setor privado
Articular e estabelecer parcerias com entes privados, nacionais e internacionais, por meio da atuação dos conselheiros, com vistas à obtenção de apoio em termos de recursos humanos, institucionais, de informação e financeiro.


Estreitar o relacionamento e ampliar parcerias com órgãos governamentais
Articular e estabelecer mecanismos de cooperação com entidades públicas, nacionais e internacionais, por meio da atuação dos conselheiros, com vistas à facilitação da comunicação, voltada ao intercâmbio de conhecimento, informações e experiências.

Estruturar processos internos de gestão financeira, recursos humanos e de comunicação
Mapear e estruturar os processos internos do Conselho, visando ao aperfeiçoamento da gestão.

Estruturar mecanismos de busca e de intercâmbio de informações
Estruturar mecanismos de formação de inteligência, abrangendo informações sobre pirataria obtidas dos diversos atores relacionados com o assunto – tais como órgãos de regulação e repressão, setores prejudicados pela pirataria, organismos internacionais e outros países.

Intensificar campanhas educativas e de marketing institucional
Propor, inclusive por meio de parcerias com o setor privado, campanhas sócio-educativas de alcance nacional, visando atingir toda a sociedade e ser reconhecido como o órgão máximo de combate à pirataria no Brasil.

Mobilizar e articular os órgãos governamentais para ações de fiscalização e de repressão à pirataria
Criar mecanismos que promovam a integração de órgãos de todas as esferas governamentais de prevenção, fiscalização e repressão, visando à otimização de suas ações em busca de uma atuação em consonância com as políticas estratégicas concernentes, evitando-se, assim, ações desconexas por parte de cada órgão.

Desenvolver soluções inovadoras para impedir a circulação e o comércio de produtos ilegais
Estimular o desenvolvimento de soluções inovadoras que permitam o estabelecimento de mecanismos/soluções econômicas, fiscais, produtivas e tecnológicas, com vistas a desestimular a circulação e o comércio de produtos piratas.

Promover a adesão às ações de combate à pirataria de defesa da propriedade intelectual
Fomentar a adesão da sociedade, indústria e comércio às ações de combate à pirataria e de respeito à propriedade intelectual.

Formular e gerir políticas públicas de combate à pirataria
Desenvolver e gerenciar Políticas Públicas de Combate à Pirataria; identificar políticas públicas de interesse e articular o seu alinhamento com o tema, por inserção ou destaque.

Conheça os objetivos estratégicos do Conselho:
Governança
Processos Internos
Resultados Institucionais

pixel
pixel
pixel
pixel
Busca
Ok
Buscar somente no tema Combate à Pirataria
pixel
pixel
Banner de ligação com o Tire suas Dúvidas
pixel
pixel
pixel
pixel
pixel
pixel
pixel
Retorna Sobe

 © 2007 Ministério da Justiça