data/documents/storedDocuments/{334263AD-A534-4B0E-AD1D-363427828AB4}/{73F17C2B-4A61-458C-AF49-76E7575B2807}/MJ.gif
Sábado, 28 de março de 2015

  Órgãos de Segurança
  Sistema Único
  Conselho Nacional - Conasp
  Estratégia Nacional - Enasp
  Editais 2013
  Educação e Valorização
  Estatísticas
  Força Nacional
  Modelos de Formulários
  Termo de Referência
  Passaporte
  Produtos Químicos
  Segurança de Grandes Eventos
  Segurança Portuária
  Segurança Privada
  Segurança Rodoviária
 Serviços
Entrevista
Eventos
Fotos
Legislação
Licitação
Links
Mapa
Notícias
Publicações
Relatórios de Gestão
Seleção e Concursos
Segurança Pública  »   Notícias

26/03/2012 - 15:49h

75 mil pacotes de cigarros apreendidos em Guaíra, Paraná

Brasília 26/03/2011 (MJ) - A Força Nacional de Segurança Pública (FNSP), em conjunto com a Polícia Federal (PF), interceptou, na madrugada de segunda-feira (26/3), uma carga de 75 mil pacotes de cigarros de origem estrangeira e sem nota que comprove a importação regular. O motorista e um batedor, que fazia a proteção da carga numa moto, fugiram no momento da abordagem. O caminhão Volvo com duas carretas foi interceptado numa estrada rural nas proximidades da BR 163, ligação ao distrito de Oliveira Castro do município de Guairá (PR). No caminhão, notas fiscais indicavam que a mercadoria era soja em grãos.

As apreensões de cigarros, assim como bebidas, remédios e suplementos alimentares, impedem que produtos fora do controle sanitário brasileiro, ou que causam dados à saúde, sejam comercializados no país. Laudo elaborado pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), a pedido da PF, mostra uma situação grave. Em cigarros de cinco marcas frequentes entre mercadorias contrabandeadas e apreendidas na fronteira com o Paraguai, encontram-se resíduos de plástico, fragmentos de metais, algodão e restos de insetos.

A ação é resultado da Operação Sentinela, realizada desde 8 de junho pelo governo federal dentro do Plano Estratégico de Fronteiras. As ações se dão baseadas na inteligência e na atuação conjunta da Força e das Polícias Federal e Rodoviária Federal, além da Secretaria Nacional de Segurança Pública. Há também integração com as Forças Armadas (Ministério da Defesa), responsáveis pela Operação Ágata.

 

 

Link para o hotsite da Camapanha do Desarmamento

 

Busca
Ok
Buscar somente no tema Segurança Pública
Banner de ligação com o Tire suas Dúvidas
Retorna Sobe