data/documents/storedDocuments/{334263AD-A534-4B0E-AD1D-363427828AB4}/{73F17C2B-4A61-458C-AF49-76E7575B2807}/MJ.gif
pixel
Sexta-feira, 27 de março de 2015
pixel
pixel

pixel
pixel
  Política Brasileira
 Política Nacional
 I Plano Nacional
 II Plano Nacional
 GI Monitoramento
 CONATRAP
 Metodologia Integrada de Coleta e Análise de Dados
  Rede de Enfrentamento
 Núcleos de Enfrentamento
 Postos Avançados
 Metodologia de Diagnóstico Local de Tráfico de Pessoas
 Reuniões Técnicas
 Atendimento e Referenciamento
  Cooperação Técnica Internacional
 UNODC
 ICMPD
 OIT
  Formação em ETP
 Matriz Nacional de Formação em ETP
 Projetos Pedagógicos
 Manual de Orientação do Docente
 Guia para o Organizador de Cursos e Ações Formativas
 Banco de Docentes
  Campanhas
  Prêmios e Concursos
 Prêmio Libertas
 Simone Borges Felipe
 Feira Nacional de Práticas
pixel
pixel
  Serviços
Estrutura
Eventos
Legislação
Links
Notícias
Publicações
Seleção de Consultores
pixel
pixel
pixel
pixel
pixel
pixel
Tráfico de Pessoas » Elaboração do II Plano  »  Histórico
pixel
pixel

Histórico

II Plano Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas

Desde a criação da Política Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, por meio do Decreto nº 5.948, de 26 de outubro de 2006, o Governo Federal tem demonstrado  interesse e compromisso no enfrentamento a essa atividade criminosa em nosso país, fazendo com que o enfrentamento ao tráfico de pessoas se torne uma política de Estado consolidando princípios, diretrizes e ações de prevenção, repressão e responsabilização de seus autores, bem como o atendimento às vítimas.

A implementação da Política Nacional foi apenas o ponto de partida para enfrentar essa prática criminosa, possibilitando incorporar o tema do tráfico de pessoas à Agenda Pública Governamental e, consequentemente, viabilizou a construção e aprovação do I Plano Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas. Com base na Política, o Plano Nacional ganhou força para enfrentar os desafios, que ainda são muitos, mas o primeiro passo foi dado, porém é preciso estar sempre vigilante, já que as formas com que esse crime é praticado se transformam todos os dias.

Sabemos que uma Política de Estado precisa ser contínua e permanente, por isso, com o objetivo de dar continuidade aos trabalhos já desenvolvidos, bem como, desenvolver novas ações que enfrentem de forma efetiva e concreta esse tipo de crime, o Governo criou o Grupo de Trabalho para coordenação do processo de elaboração do II Plano Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas.


GT Interministerial

“O Grupo de Trabalho Interministerial para elaboração de proposta do II Plano Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas foi criado no âmbito da Secretaria Nacional de Justiça, do Ministério da Justiça, por meio da Portaria nº 1.239, de 27 de junho de 2011, no qual será coordenado pelo Secretário Nacional de Justiça. O objetivo do GTI é organizar a metodologia de elaboração do II PNETP, inclusive o formato dos espaços de discussão que serão criados entre os organismos governamentais envolvidos e as parcerias não governamentais, bem como uma proposta de texto para o II PNETP a ser consolidado nesses espaços de discussão. Vale ressaltar, que O Grupo de Trabalho poderá convidar representantes de outros órgãos, entidades da administração pública, organismos internacionais e entidades da sociedade civil para subsidiar os trabalhos a serem efetuados”.

pixel
pixel
pixel
pixel
Busca
Ok
Buscar somente no tema Tráfico de Pessoas
pixel
pixel
pixel
Banner de ligação com o Tire suas Dúvidas
pixel
pixel
pixel
pixel
pixel
pixel
pixel
pixel
pixel
Retorna Sobe